Você pode ter a equipe dos sonhos fazendo uma gestão estratégica de pessoas!

* Guest-post produzido por Antônio Carlos Soares, CEO do Runrun.it, software de gestão de tarefas, tempo e desempenho

A formação da equipe dos sonhos começa com a contratação das pessoas certas – mas ela nunca termina realmente, pelo menos se você estiver no caminho certo.  Tem a ver com estabelecer uma gestão estratégica de pessoas permanente, pois a formação e a motivação é um processo contínuo. Aliás, se você está interessado em construir uma equipe perfeita, vai gostar de ler sobre o Projeto Aristóteles do Google, que revelou os segredos do trabalho em equipe. Afinal, como grandes líderes de negócios e treinadores olímpicos sabem: você precisa mais do que talento excepcional para ter sucesso, você precisa de um bom time ao seu lado.

Esse esforço vale a pena, porque quando você combina a energia, o conhecimento e as habilidades de um grupo motivado de pessoas, o conjunto pode realizar qualquer coisa que suas mentes idealizarem. Mas como liderar uma equipe para tornar as pessoas permanentemente motivadas e engajadas? Experimente estas estratégias poderosas para manter os membros de sua equipe sempre engajados. E prepare-se para ter a equipe dos seus sonhos ao seu lado.

1. Reúna a equipe em torno de uma visão compartilhada

Compartilhe a visão organizacional com todos. Quando as pessoas sabem por que e para que estão trabalhando e, principalmente, seu papel no meio de tantas pessoas, a motivação e o entusiasmo vêm naturalmente. Aqui vale desde os valores e missão da empresa às grandes metas a serem atingidas em médio prazo. Se essas coisas não estão claras, sempre vale questionar se é necessário mudar a cultura organizacional da sua empresa.

Para ajudar os gestores a criar e compartilhar uma visão com suas equipes, o Google oferece algo muito simples, mas muito eficiente: passos para definirem sua visão e conectá-los aos seus objetivos de curto prazo.

Valores fundamentais: descreve quais são os valores da equipe, que irão alimentar o propósito da equipe e a missão.


Propósito:  a razão pela qual existe a equipe, e quais são os impactos da equipe na organização. Se a equipe não existisse, o que aconteceria?


Missão:  descreve o que a equipe está tentando alcançar.


Estratégia: a forma como a equipe pretende realizar a missão, o roteiro que deve ser seguido. A estratégia pode ser de longo prazo.


Metas: quebrar a estratégia em curto prazo, em objetivos alcançáveis e ajudar a alinhar os esforços para atingi-los.


Juntos, os valores, o propósito, a missão e as estratégias compõem a visão da equipe – e esclarecem o porquê de sua existência, o que a ela está tentando alcançar, e como chegará lá. É mais simples conseguir motivar as pessoas de um time quando essas motivações estão claras para todos os envolvidos.

2. Crie um espírito de equipe

gestão de pesso

Isso é fundamental para qualquer gestão de pessoas. Equipe é como uma família, uma instituição em que o apoio mútuo e a confiança são os valores mais importantes. Ao criar e manter um poderoso espírito de equipe no local de trabalho você já terá metade do sucesso pretendido. Comemore cada obstáculo vencido, cada etapa conquistada. Até mesmo as mais modestas valem a celebração. Mostrar à equipe que todos fizeram algo juntos é um passo importante para criar um forte sentimento de união.

3. Preocupe-se com a satisfação

Colaboradores satisfeitos são os membros mais entusiasmados e positivos que você pode querer em uma equipe, e suas atitudes são contagiantes. Mantenha-se atento se os membros do seu time não estão felizes com o trabalho, com seu empregador ou com você. Se não estiverem, esse tom de decepção pode minar toda a equipe e até contaminar outras pessoas.

Tenha em mente que todos precisam que seu trabalho seja reconhecido, apreciado. Muitas vezes, isso funciona como recompensa e motivação até maior que o dinheiro. É verdade: uma pesquisa mostrou que autonomia é muito mais importante que dinheiro como forma de reconhecimento na gestão estratégica de pessoas. E, pessoalmente, como líder, mostre gratidão ao que cada um faz.

4. Evite microgerenciar

Imagine que você seja o principal líder na gestão de projetos de sua área (aproveite e leia este guia sobre), e quem deve prestar contas à diretoria sobre eles. Como você fará a gestão da equipe? Usará atalhos, como ferramentas de gestão – nós sabemos tudo sobre elas -, ou ficará em cima de seus colaboradores?

Ninguém gosta de um chefe que está constantemente olhando por cima do ombro, tentando acompanhar em tempo real tudo o que você está fazendo. Fornecer ao seu time objetivos claros, e em seguida, deixá-los descobrir a melhor maneira de alcançá-los é a melhor forma de manter uma equipe motivada e focada nas suas responsabilidades. Leia um artigo que reflete com mais profundidade como microgerenciar pode ser um problema para a gestão estratégica.

5. Evite reuniões inúteis

reuniões produtivas

Reuniões podem ser ótimas formas de desperdiçar muito tempo de uma equipe, minando a produtividade e o desempenho dos colaboradores. Acredite: elas são fundamentais para alinhar o trabalho, mas devem ser bem gerenciadas. Um líder que pensa estrategicamente investe tempo em reuniões que possuem pautas realmente importantes para o desenvolvimento da equipe.

Criar uma agenda para as reuniões e distribuí-las com antecedência para seus colaboradores é fundamental. Convide apenas as pessoas que realmente precisam participar, inicie a reunião no tempo marcado, e, em seguida, acabe com isso o mais rápido que puder. Para outras dicas, leia nosso manual para reuniões produtivas.

6. Atribua tarefas desafiadoras

As pessoas não podem crescer se estão constantemente fazendo o que sempre fizeram. Para Joel Souza Dutra, autor do livro Gestão de pessoas – Modelo, Processos, Tendências e Perspectivas, “a capacidade para assumir atribuições e responsabilidades em níveis crescentes de complexidade é o que define o desenvolvimento profissional”. O líder que exerce uma boa gestão de pessoas incentiva os colaboradores a desenvolverem novas habilidades, atribuindo tarefas desafiadoras. Ao mesmo tempo, é importante que ele se certifique que as novas tarefas sejam importantes e façam parte do interesse do profissional a ser desenvolvido.

7. Gerencie individualmente

As pessoas precisam de um pouco de incentivo para acreditar em si e perceber que têm potencial. Ao escolher fazer uma gestão estratégica de pessoas, você estará preocupado em mostrar consideração e confiança nas habilidades únicas e no potencial de cada membro da equipe. O acompanhamento próximo de longo prazo é a melhor forma de fazer com eles atuem com mais confiança e motivação em suas atividades.

 

Deixe um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Fique tranquilo, seu e-mail não será publicado.

Aguarde...